:.. Núcleo de Yoga - Americana e Vinhedo..:
| HOME | O NÚCLEO | PROFESSORES | YOGA | FOTOS | OUTROS ATENDIMENTOS | HORÁRIOS/INVESTIMENTOS |

   PROFESSOR - JOÃO MARIO GUERREIRO JÚNIOR


   Engenheiro Civil de formação, o Professor João Mário, cursou e praticou o método Iyengar Yoga, Asthanga Vinyasa Yoga, Swásthya Yôga, Hatha-Yoga, diferentes linhas do Raja Yoga e vertentes do Bakti Yoga. Estudou Advaita Vedanta com Glória Arieira e Vedanta Vaishnava com o Swami Purushatraya..

   Atualmente dirige o Instituto NÚCLEO DE YOGA, onde vem se dedicando especialmente ao Hatha-Yoga e Iyengar Yoga como professor,    também no Curso de Formação de Professores de Yoga. Transmitindo os ensinamentos de forma simples e dinâmica com alegria e amor.

   Desenvolveu um Programa de Prevenção e Redução do Stress que está sendo usado por aqueles que ingressarem nas suas aulas, com    exercícios de relaxamento ideais para profissionais estressados e tencionados com o dia-a-dia.


   Testemunho

   Conheci o YOGA através de uma indicação médica, mesmo vivendo a filosofia oriental desde sempre. Confesso que estava ansioso ao    ingressar em uma nova atividade, a qual seria capaz de contribuir para com o meu tratamento.

   Eu, paciente portador de Insuficiência Renal Crônica em Fase Terminal, iniciei as aulas de YOGA com: 7% de função renal, insônia,    coceira em todo o corpo e acima de tudo estressado com o clima desta nova fase da minha vida.

   Através da prática regular do YOGA, aliada a dieta alimentar consegui com que em aproximadamente um mês estes sintomas    desaparecessem por completo e mês a mês comecei a obter melhoras nos resultados dos exames de rotina referentes ao meu problema    renal. Chegando a reconquistar 14% na minha função renal.

   Com isso ganhei tempo antes de ingressar no tratamento de Hemodiálise possibilitando assim o adiantamento nos exames de    compatibilidade com o meu doador vivo – o Eduardo, até então um amigo, hoje mais que um irmão.

   Nesse “meio tempo” eu pensei se a minha vida ía voltar, se eu poderia ter uma vida de verdade. Voltar até mesmo a “beber água”, pois    já não podia mais em função de ser um paciente com Insuficiência Renal Crônica em Fase Terminal.

   Pois através do transplante renal aí sim, a vida de verdade recomeçaria.

   Mas ao experienciar com determinada disciplina a prática de meditações, pranayamas, ásanas, relaxamento e leituras específicas do    YOGA cheguei a conclusão de que esses obstáculos (problema de saúde) eram a minha vida de verdade.

   Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho! Assim, aproveite todos    os momentos que você tem.

   Hoje sou transplantado e continuo vivendo, porém com mais liberdade!
   Lembre-se: Felicidade é uma viagem, não um destino.



Faça seu site grátis !! Produzido por DiferencialNet